#RIPWando e #DiadaCalcinhaPreta

Me fascina como essa história de música popular pode até gerar uma polêmica, preconceito quando surge, mas tempos depois todos lembram com carinho daquela brega musiquinha. Teló que se cuide, um dia lembraremos de você. Bora cantar juntos?

ripwando, morreu wando ícone da musica brega

Vá pro céu das calcinhas Wando! Bisus de uma fã!
Fonte.


Tulipa Ruiz – Só Sei Dançar Com Você

Só sei dançar com você, isso é o que o amor faz…
Saudades do Brasil!


XX, para momentos triplo X!


dica da @vick


John Lennon, 71 anos de peace!

Como bem me lembrou o twitter do Serginho Groisman (@oserginho), nosso querido John faria seu aniversário de 71 anos hoje, 09 de outubro.


Hoy Muero Viernes

Um pouco do que vou descobrindo no velho mundo español. Essa bandinha surgiu em 2008, garotada que é uma das promessas de nova safra do rock madrileño, ganhou o prêmio Rock Villa de Madrid e achei o sonzinho muito bom. Psicoledias, rock suave, diria um indie de garagem…acho que vale divulgar.

Facebook, MySpace


R.E.M, o fim!

Confesso que não morria de amores por eles, mas quando anunciaram um show em Porto Alegre alguns anos atrás, naquele péssimo estádio do Zequinha, tive que ir lá conferir de perto…e não é que foi incrível! Conhecia o R.E.M de singles melosos como Everybody Hurts e..sabe, sempre curti mais rock. Mas depois do show, descobri que 30 anos de estrada não são pra qualquer bandinha. Pena que essa foi a última chance de ver os caras de perto, hoje o R.E.M anunciou o fim do grupo, logo após o lançamento do ótimo Collapse into Now. Michael Stipe, Peter Buck, Mike Mills e Bill Berry se despendem dos fãs certamente com orgulho dessa grande história. O jeito agora é recordar!

Man on the Moon

Losing My Religion


Foi o 20 de setembro…

Minha singela homenagem a esse povo bravo, aguerrido e cheio de virtudes. Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul e grita junto comigo: Viva o Rio Grande do Sul, tchê! #RSmelhoremtudo


Poeminha

Dois…
Apenas dois.
Dois seres…
Dois objetos patéticos.
Cursos paralelos
Frente a frente…
…Sempre…
…A se olharem…
Pensar talvez:
“Paralelos que se encontram no infinito…”
No entanto sós por enquanto.
Eternamente dois apenas.

Neruda


Kasabian e novo clip “Days Are Forgotten”

O álbum novo do Kasabian vai ser lançado nessa sexta, mas o clip de “Days Are Forgotten” já anda circulando a internet, bora ver:

by @IpanemaFM


#FreeTonhoCrocco

Pra quem perdeu a comoção de ontem, uma representação ao Ministério Público, assinada pelo deputado Giovani Cherini (PDT) quando ainda era presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, resultou em processo por crime contra a honra (aham senta lá) para o músico gaúcho Tonho Crocco. O músico fez um rap no qual chamava de “gangue” os 36 deputados que aprovaram aumento de 73% em seus próprios salários, em dezembro do ano passado.

Tonho mandou um manifesto público para seu site, protestando contra a situação (veja aqui) e foi imediatamente replicado por seus fãs e classe artística, que trataram de viralizar. Em poucas horas, diversas manifestações de apoio surgiram de todo lado, desde eventos no Facebook (aqui, aqui, aqui), vídeos-protesto, diversos blogs replicaram o manifesto, “Tonho Crocco” figurou o dia todo nos TTs do Twitter Brasil, pessoas de todos os lugares passaram a `xingar muito` o deputado via email, ligações e Twitter @giovanicherini (eu inclusive) e as rádios ficaram o dia todo divulgando o manifesto no ar e tocando o RAP “Gangue da Matriz” em apoio. A notícia ainda saiu em todos os principais meios de comunicação do estado, como Zero Hora, Correio do Povo, O Sul, NH, entre outros. E pra completar, nossos queridos hackers derrubaram o site da Assembleia em protesto (da-lhe).

Em entrevista à Rádio Guaíba, ao vivo ontem, o músico falou da representação ajuizada pelo deputado Giovani Cherini. “Que pena que ele não gostou. Tem mais de 48 mil pessoas que pensam diferente. Se as pessoas não gostaram da palavra ‘gangue’, paciência. Foi a inspiração que eu tive.” Cherini considera que o título da canção feriu a honra dos parlamentares. “Gangue são criminosos, bandidos, ladrões. É um conluio de pessoas para cometer um crime.”

Tonho Crocco citou o caso da morte de Alex Thomaz, nos anos 80, quando o termo “gangue da Matriz” ficou conhecido. Segundo ele, quem faz arte, música e compõe tem o livre direito de usar expressões como essa. “Claro, não sendo ofensivo, e eu acho que eu não fui. Na letra não tem nenhum palavrão, nenhuma ofensa pessoal”, alega o músico.

O fato de ter citado os nomes dos deputados, segundo o músico, faz parte do protesto e não implicaria em nenhum problema, já que as votações são de conhecimento do público. “O voto não é aberto? As pessoas não sabem quem votou contra e quem votou a favor? Por que não expressar isso também na música? Por que não expressar a insatisfação de um trabalhador que não ganha mais de 5% de aumento? Por que ele não protestar contra alguém que ganha 73% de aumento? Acho que a gente tem um debate, um diálogo de ideologias.”

Resultado, o atual presidente da Assembléia Legislativa ligou para o Tonho ontem dando seu apoio publicamente (pra não ser enforcado publicamente também) e os deputados hoje informaram que vão tentar barrar o processo antes do dia 20. Para o Tonho, por seu enorme carisma, o resultado será somente uma ótima publicidade gratuita. Tenho certeza que depois de tudo isso, ninguém em sã consciência puniria uma personalidade pública, se quiser se reeleger. Pra todos, fica a lição de que podemos ser a geração passiva, que não sai nas ruas pra bater panelas (o que certamente ainda pode acontecer na Assembleia do dia 22, as 15h), mas descobrimos que a internet pode sim ser uma poderosa ferramenta de contestação e protesto, com resultados reais. Botem a boca no trombone quando não estiverem de acordo com algo, chega de impunidade e passividade nesse país. Fica aqui meu manifesto e total apoio ao Tonho!


Poeta, poetinha, vagabundo…

A vida não gosta de esperar
A vida é pra valer,
A vida é pra levar…Vinicius velho, Saravá!


Silêncio por Amy Winehouse

Ontem a pinup com melhor vozerão dos últimos tempos,  Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa, ainda sem uma causa definida. Seu corpo não aguentou o castigo de tantos abusos e entrou em colapso, o que certamente não foi uma surpresa para ninguém.

O que me deixou pensando aqui com meus botões foi que ao saber da notícia, achei que iria encontrar pelos menos um que outro comentários de quanto ela tinha uma ótima voz, como modernizou a soul music, como trouxe de volta o jazz, como tinha talento essa mocinha desmiolada…que nada. Só li comentários que pisavam nas suas fraquezas, alguém disse que era um lixo humano, a desdentada, a junkie, a cantora do “mais do mesmo”, a fabricada pela mídia…e aí vai. Estou com asco desse povinho do contra, cujo único argumento é pisar em quem está por baixo, cansei de vocês.

Se ela reviveu a boa música negra americana, graças a Deus alguém fez isso. Até o momento só vejo “gatinhas” tocando música pop, tentando ser as novas Madonnas modernas, tentando abraçar o povão com letras repetitivas e apelativas. Todos copiam, todos são mercadoria do passado remasterizada, sem excessão. E daí que a menina era pobre, filha de taxista, começou a cantar e se deu bem? Isso não seria sinal de diferencial, talento? E daí que era uma junkie, drogada e doidona. Os grandes da música até hoje não tiveram um histórico muito diferente.

Eu sou daquele tipo de pessoa que não tem ídolos, poucos me cativam a ponto de baixar suas músicas, lembrar dos seus nomes e algum trabalho. Mas no último ano comecei a curtir muito o estilo dela. Curtia suas tatuagens, seu estilo pinup punk. Seu jeito doido, sem parecer fabricado. Uma das minhas melhores amigas é muito fã e passei a acompanhar o alvo desse amor todo. Baixei sua discografia curta e já estava ouvindo regularmente quando consegui ver seu primeiro show no Brasil depois do Rehab no Caribe, no Summer  Soul Festival. Achei sinceramente que ela estava fazendo como todos os outros doidos, passando por um período de recuperação e voltaria a trabalhar por um tempinho até se quebrar de novo. Mas não deu tempo…

Fico triste por sua fraqueza emocional, que a fez mergulhar nas drogas sem trégua, mas nem por isso deixo de respeitar muito seu trabalho e  o que conseguiu fazer nesse curto tempo. Depois do choque de ontem, só resta agradecer por ter podido ver ela de pertinho naquele show inesquecível e e por tudo que nos deixou. Agora só resta esperar que outras Amys surjam por aí, que me façam querem ser fã de alguém de novo.

Aos eternos críticos, pelo menos tenham respeito aos mortos.


Red Hot Chili Peppers lança novo single

Povo de bandas estão finalmente usando as redes sociais pra coisas úteis. Hoje foi o dia do Chili Peppers lançar um novo single The Adventures of Rain Dance Maggie em um evento no Facebook. Essa é a primeira música no novo álbum I’m With You, que deve chegar as “lojas” em setembro. Lmebrem que tem show dos caras no Brasil no Rock in Rio (se não se importar com as outras bandas, até vale!). Confira:
http://vimeo.com/26492450


Receita de Licor de Amora, a pedidos!


Pra se esquentar nesses dias de frio forte, na minha casa tenho uma receita infalível. Apelo para um martelinho do fabuloso Licor de Amora da Kessy. Yeah!

Sabe, morando no interior, sempre tem árvores atrolhadas de frutinhas que precisamos recolher e inventar o que fazer, para que não estraguem. Foi assim que nasceu essa receita milagrosa, espantadora de frios e aquecedora de bochechas. E sabe qual a melhor parte? Demora, mas é facinho de fazer. Bora anotar.

Você vai precisar de:

1 pote grande de vidro, bem higienizado (5L), com tampa de rosca ou vácuo que vede bem
1Kg de Amora
1Kg de açúcar branco
1L Cachaça (capriche pra não ter dores de cabeça depois)

Lave bem as amoras, coloque-as num recipiente e esmague-as bem até que fique uma mistura cremosa. Junte o açúcar e mexa bem. Coloque no potão e deixe essa geléia repousar durante 3 a 4 dias, lembrando de fechar bem o pote. Após, junte a cachaça e deixe o pote bem fechado em repouso por pelo menos 1 mês (ah sim, achou que ia ficar pronto hoje!). Regularmente, nesse tempo, pegue o pote e dê umas sacudidas pra misturar bem.

Depois de um mês, o licor está prontinho para ser degustado. Aí vai do gosto de cada um, pode deixar as frutinhas ou coar para deixar mais líquido. Mas o bacana é escolher garrafinhas estilosas para guardar e oferecer para as visitas um licorzinho estiloso.

Quem quiser provar, pra saber como fica, é só dar um pulinho aqui em casa.😉
Dica: Você pode trocar por outras frutinhas que gerem líquido, como morango, framboesa, abacaxi, cereja, etc..


Don Quixote para entrenar el español

Gustave Doré: Don Quijote de La Mancha and Sancho Panza, 1863

Em poucos meses vou trocar minha língua nativa pelo idioma do mais famosos cavaleiro de todos os tempos. Aquele simpático vovozinho que de tanto ler histórias de cavalaria, resolveu tornar-se um famoso cavaleiro, andar num cavalo branco, salvar princesas de hospedarias, lutar contra dragões de moinho de vento… tudo para se tornar o maior livro da língua espanhola de todos os tempos. Se é pra aprender espanhol, vamos aos mestres certo?

El ingenioso hidalgo Don Qvixote de La Mancha foi escrito quando ainda pensavam que nome dar as tais terras descobertas do outro lado do oceano e por incrível que pareça, mesmo 500 anos depois é fácil se apiedar desse vovozinho imaginativo e seu fantástico escudeiro, Sancho Pança.

A paródia de Cervantes dá o tom de toda a história. Os contrates escancarados, a deformação grotesca, o deslocamento do patético para o burlesco são as armas do autor para deixar o leitor sem saber se ri ou chora (!).

Como Cervantes mesmo define sua própria obra, trata-se de uma “orden desordenada (…) de manera que el arte, imitando à la Naturaleza, parece que allí la vence”.

Clássicos não são clássicos por acaso. Recomendo e vou reler com prazer.


Doggelgänger, sua versão de quatro patas

Estudos demonstram que alguns dos mais felizes cães e seus donos compartilham características muito semelhantes, traços de personalidade, mesmo padrão de corpo, expressões…

A partir dessa idéia a Pedigree e a empresa NEC desenvolveram o site Doggelgänger. Com esse software muito divertido, você upa sua foto e o sistema encontra o tipo de cachorro que mais se enquadra no seu tipo físico. Ou seja, a Pedigree acha o cão que é a sua cara.

Mas o mais bacana é que todos os cachorrinhos divulgados no site estão para adoção, pena que por enquanto só na Nova Zelândia (!). Além de divertido a brincadeira tem uma função social muito bacana, quem sabe copiam essa idéia por aqui. Por enquanto, vale a experiência de encontrar seu sósia canino!  Clique na imagem para acessar:


Bike is my life

Depois de tantos problemas que os ciclistas andam enfrentando não só em Porto Alegre, mas em todas as cidades brasileiras como  atropelamentos, luta constante contra um trânsito infernal com excesso de carros, falta de ciclovias, falta de educação e tudo mais…o pessoal da Expresso Pedal resolveu homenagear esse povo agitado que ama as magrelas.

Bike é ecologia, saúde, transporte mais do que eficiente nas grandes cidades e uma ótima alternativa para os infernais motoboys. Aguém precisa começar, para que o sistema mude, certo? Um salve a todos os bikers, ainda mais os que ajudam o mundo trabalhando sobre elas.

Confere o que a gangue do bigodón tem pra dizer e bora pedalar!


Porque te vas | Jeanette

Hoy en mi ventana brilla el sol
Y el corazón se pone triste
Contemplando la ciudad
Porque te vas…

Como cada noche desperté
Pensando en ti
y en mi reloj todas las horas vi pasar
Porque te vas…

Toda las promesas de mi amor
se irán contigo
me olvidarás, me olvidarás!!!
junto a la estación lloraré,
igual que un niño

Porque te vas, porque te vas,
porque te vas, porque te vas

Bajo la penumbra de un farol
se dormirán
Todas las cosas que quedaron por decir
se dormirán
Junto a las manillas de un reloj
despejarán
Todas las horas que quedaron por vivir
esperarán..

Toda las promesas de mi amor
se irán contigo
me olvidarás, me olvidarás!!!
junto a la estación lloraré,
igual que un niño

Porque te vas, porque te vas,
porque te vas, porque te vas


Bob nosso de cada dia…

…Nos dai hoje. Há 30 anos, morria a maior lenda do reggae e cultura rasta,  Robert Nesta Marley. Como todo gênio, se foi dessa vida cedo demais, no auge dos seus 36 aninhos. Um salve ã essa lenda eterna.


Recomendo: ‘Como Entender as Mulheres’

Recebemos por email a dica de lançamento do best-seller: “Como Entender as Mulheres”

Simples e prático!

#ficadica

Dica do @papi