Don Quixote para entrenar el español

Gustave Doré: Don Quijote de La Mancha and Sancho Panza, 1863

Em poucos meses vou trocar minha língua nativa pelo idioma do mais famosos cavaleiro de todos os tempos. Aquele simpático vovozinho que de tanto ler histórias de cavalaria, resolveu tornar-se um famoso cavaleiro, andar num cavalo branco, salvar princesas de hospedarias, lutar contra dragões de moinho de vento… tudo para se tornar o maior livro da língua espanhola de todos os tempos. Se é pra aprender espanhol, vamos aos mestres certo?

El ingenioso hidalgo Don Qvixote de La Mancha foi escrito quando ainda pensavam que nome dar as tais terras descobertas do outro lado do oceano e por incrível que pareça, mesmo 500 anos depois é fácil se apiedar desse vovozinho imaginativo e seu fantástico escudeiro, Sancho Pança.

A paródia de Cervantes dá o tom de toda a história. Os contrates escancarados, a deformação grotesca, o deslocamento do patético para o burlesco são as armas do autor para deixar o leitor sem saber se ri ou chora (!).

Como Cervantes mesmo define sua própria obra, trata-se de uma “orden desordenada (…) de manera que el arte, imitando à la Naturaleza, parece que allí la vence”.

Clássicos não são clássicos por acaso. Recomendo e vou reler com prazer.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: